terça-feira, setembro 30, 2008

The colour of life

A minha filha nao percebeu muito bem quando lhe disse que tinha ficado deprimida por ter morrido o Paul Newman.
" A mã não o conhece de lado nenhum!"
Pois é...De facto nunca fomos apresentados. Infelizmente.
Tentei explicar-lhe que fazia parte da minha vida através dos filmes, do impacto que teve no meu imaginário durante anos a fio.
E por isso, sim, era como se o conhecesse.
Acompanhei a sua vida desde miuda. Acompanhei e acompanho ( com muita dedicação e afecto) a vida do seu eterno copincha Robert Redford.
Acompanhei a morte do seu filho. A fundação que fez em seu nome, da qual já sairam 200 milhoes de dólares para miudos deficientes.
Acompanhei ao longe, mas ao perto.
Quem ama cinema sente que conhece os seus actores preferidos.
E chora quando eles morrem.

5 Comments:

Blogger G! said...

como te percebo

10:09 da manhã  
Blogger pp said...

...eu é com a Zeta Jones LOOOOOOOOOOOOOL

11:51 da manhã  
Blogger MIN said...

tenho a dizer que também fiquei triste, este senhor era de facto muito especial.
beijos que voam até ti. :)

10:52 da tarde  
Blogger Catwoman said...

PP..era um post serio.

1:57 da manhã  
Blogger CR said...

Cat, eu deprimida, deprimida não fiquei, mas confesso que tb andei tristonha o dia todo... :(

4:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home